Tratamentos fisioterapêuticos para tornar a celulite invisível


>



A cura para a celulite ainda não foi descoberta, mas novos tratamentos, que viraram febre nas clínicas de estética, podem torná-la praticamente invisível no corpo. A carboxiterapia e a endermologia agem na "raiz" do problema, e os resultados já são notados logo a partir da primeira sessão.

» Veja fotos dos tratamentos

Segundo a cirurgiã plástica Célia Sampaio Costa Accursio, que é membro da Sociedade de Cirurgia Plástica e Medicina Estética, o aparecimento da celulite está ligado à questão hormonal e a problemas de microcirculação da região do corpo em que a celulite aparece, causando uma fibrose e o encarceramento de líquido, que resulta nos terríveis nódulos.

"Pessoas com tendência a varizes têm mais celulite, pois ela é causada por um problema circulatório", alerta a médica. Por isso, dificilmente cremes garantem bons resultados no combate a essa inimiga das mulheres. "O que os cremes fazem é hidratar e melhorar o aspecto da pele. Nada mais", afirma Célia.

Um dos novos tratamentos, a carboxiterapia, age na microcirculação, proporcionando a troca de oxigênio dos tecidos e eliminando os nódulos da celulite. "Com uma agulha bem fina é injetado gás carbônico que gruda na hemoglobina do sangue, que por sua vez libera oxigênio melhorando e dando vitalidade, nutrindo os tecidos e aumentando o fluxo sangüíneo", explica. Antes de iniciar a aplicação, a região do corpo que será tratada é aquecida por uma manta térmica que aumenta o fluxo de sangue.

Quanto à dor, a cirurgiã garante que a paciente pode sentir algum incômodo durante a aplicação na distribuição do gás carbônico. "Mas dor é uma questão individual e subjetiva. Algumas pacientes sentem mais ou menos dor", comenta.

O tratamento também não tem contra-indicação, já que o gás carbônico é fisiológico. "Nós inalamos e exalamos gás carbônico, por isso não há risco algum para a saúde", afirma Célia.

Uma sessão de carboxiteraperia dura em média meia-hora, mas pode variar dependendo da extensão da região a ser tratada. Dez sessões é o mínimo recomendável, sendo duas aplicações por semana.

A endermologia, quando aliada à carboxiterapia, traz resultados excelentes no combate à celulite e ainda ajuda a modelar o corpo. "Essa associação de tratamentos é a coqueluche do momento", conta a médica. O tratamento é baseado numa técnica de apalpar e rolar através de um aparelho que faz o massageamento da pele com vácuo e vai desfazendo os nódulos da celulite. "Logo na primeira sessão a paciente já sente a pele mais lisa", explica a médica.

Nas duas primeiras sessões é normal sentir repuxar a pele. Uma sessão dura em média 40 minutos. A massagem atinge todo o corpo e também promove uma drenagem linfática. O recomendável para um bom resultado são 20 sessões, feitas duas vezes por semana.

Benefícios da carboxiterapia:

- Age na microcirculação, oxigena e elimina os nódulos da celulite.
- Proporciona nutrição e mais vitalidade à pele.
- Melhora a circulação e a coloração da pele (indicado para fumantes).
- Não tem contra-indicação.
- O preço de uma sessão varia entre R$ 100 e R$ 150.

Benefícios da endermologia:

- Descola a pele desfazendo os nódulos da celulite.
- Trabalha a microcirculação.
- Promove a drenagem linfática empurrando o inchaço e o líquido retido para fora do corpo.
- Modela o corpo.
- O preço de uma sessão varia entre R$ 60 e R$ 70.

Dicas para combater a celulite:

- Evite o sedentarismo, faça ginástica.
- Dieta adequada, quanto mais açúcar e carboidrato, mais celulite.
- Cuidar da parte hormonal, pois o desequilíbrio causa retenção de líquido e mais celulite.
- Cuidar das doenças venosas, principalmente das microvarizes.
- Mexer sempre o pé para fazer com que o sangue não fique parado nos membros inferiores.

Diagnóstico da celulite:

-É feito a olho nu e através da apalpação, nenhum aparelho conseguiu substituir esse método com eficácia.
- Também não existe um padrão de classificação da celulite, pois ela pode aparecer em maior ou menor grau dependendo da região do corpo.
- Normalmente atinge membros inferiores e tecido adiposo.
- As partes do corpo mais atingidas são coxas, quadril e barriga.
- Todo mundo tem celulite, em maior ou menor grau, dependendo da quantidade de hormônio feminino.
Tratamentos fisioterapêuticos para tornar a celulite invisível Tratamentos fisioterapêuticos para tornar a celulite invisível Revisado by Faça Fisioterapia on 07:19:00 Nota: 5

Nenhum comentário