3 dicas para potencializar efeitos da Drenagem Linfática

http://enfermagemestetica.com.br/wp-content/uploads/Drenagem-linf%C3%A1tica-para-diab%C3%A9ticos.jpg

A drenagem linfática é uma técnica de massagem que tem por objetivo estimular o sistema linfático - uma rede complexa de vasos que movem fluidos pelo corpo - a trabalhar de forma mais acelerada. Entre os principais benefícios do método estão a redução da retenção de líquido, ativação da circulação sanguínea, combate à celulite e até o relaxamento corporal.

Para potencializar a ação da drenagem linfática, você deve aliar a três coisas:  

1) Alimentação balanceada

Os resultados desse tratamento para melhorar a circulação é muito maior se o paciente se alimentar bem. Reduzir a quantidade de sódio, por exemplo, ajuda muito a diminuir a retenção de líquidos, um dos problemas tratados pela drenagem linfática. E o sódio não está presente apenas no sal, ele é muito comum em alimentos industrializados, mesmo os doces como biscoitos recheados, sucos em pó e refrigerantes.

Por outro lado, vale a pena incluir mais fibras na sua alimentação, pois isso melhora o trânsito intestinal e com isso há uma melhora também na retenção de líquidos.

2) Ingestão de líquidos

Pode parecer irônico, mas quanto mais líquidos você ingerir, menos retenção terá! Isso porque o nosso corpo tem um equilíbrio muito grande com a água, portanto, quanto menos ela estiver disponível no corpo, mais ela ficará retida ? e menos ela será eliminada na urina, por exemplo. Por isso mesmo, garantir que seu corpo está sempre bem hidratado ajuda a reduzir a retenção, potencializando a sua drenagem linfática.

3) Atividade física regular

Não adianta, aumentar a quantidade de atividade física sempre será indicado quando o assunto é saúde. No caso da drenagem, o exercício aumenta a oxigenação do corpo, o que favorece a ação da sua drenagem linfática.

Criolipólise e a gordura localizada

http://www.lillyestetica.com.br/wp-content/uploads/2013/10/criolipolise1.jpg

A criolipólise usa baixas temperaturas para acabar com a gordura localizada. O aparelho é colocado na superfície da pele, fazendo as células de gordura serem congeladas a temperaturas negativas para serem destruídas.

Esse tratamento é um dos mais utilizados pra aquelas pessoas que não querem fazer uma lipoaspiração. Aquela pessoa que quer reduzir medida e excesso de peso e quer continuar trabalhando no mesmo dia.

O aparelho da criolipólise é adaptado para cada área do corpo. Para a região da barriga existe uma ponteira grande, já para as costas e pneuzinhos laterais utiliza-se a ponteira menor. A criolipólise pode ser feita apenas em algumas partes do corpo, aquelas que se adaptam bem as ponteiras. Não é possível fazer no rosto, por exemplo, porque o aplicador não se encaixa.

O frio diminui a passagem do oxigênio pelas células de gordura. Com isso, elas morrem. Com a baixa temperatura, as células mortas cristalizam -- viram pedrinhas bem pequenas que são levadas pelo sangue para o fígado e depois eliminadas pelo organismo. A eliminação das estruturas dos adipócitos destruídas com a baixa temperatura é feita pelo sistema imune e a gordura no interior das células é conduzida ao fígado pelo sistema linfático para sua metabolização. Uma vez que o sistema linfático leva apenas uma pequena quantidade diária de gordura para ser metabolizada, não há perigo de sobrecarga do fígado nesse processo.

A criolipólise promete diminuir de 20% a 25% da gordura localizada. Para quem pretende emagrecer, vale lembrar que o método combate a gordura localizada e não o excesso de peso, pois não atinge gordura em todas as áreas do corpo ou mesmo a visceral, gordura que se deposita entre os órgãos.

Não existe qualquer comprovação científica de que a criolipólise melhore a celulite e a flacidez. Porém,  é possível perceber melhora do aspecto da celulite, em função da diminuição da gordura localizada, que é o foco do tratamento

Conheça melhor a Lipocavitação

https://lh3.googleusercontent.com/-VbeKpKok7CQ/URguuVUJbPI/AAAAAAAAC5M/U9PvdILub7k/s680/tratamento-estetico-corpus-joinville-lipocavitacao.jpg

Celulites e gorduras localizadas estão com os dias contados. A lipocavitação é um tratamento estético que promete reduzir os efeitos indesejados destes antigos vilões que incomodam, principalmente, o universo feminino. Popularmente conhecido como "lipo sem cirurgia" este é um método que garante melhoras no aspecto das celulites e das gorduras localizadas, além de auxiliar na perda de medidas, a partir das primeiras sessões.

A lipocavitação consiste na aplicação de ultrassom, que é emitido por uma máquina e repassado à superfície da pele que receberá o tratamento por meio de um cabeçote. O aparelho é usado fazendo movimentos circulares. Para o uso correto é necessária a aplicação de um gel na região a ser tratada. O método pode ser utilizado na barriga, nas coxas, na parte interna do braço e em parte do dorso.

O tratamento é indolor e provoca resultados aparentes a partir da primeira sessão, reduzindo medidas e o aspecto indesejado da "casca de laranja" ocasionado pelas celulites. Com a lipocavitação é possível obter um corpo mais modelado e mais definido. Dentre as grandes vantagens da lipocavitação está o fato dos resultados serem duradouros e imediatos, a cada sessão se perde, em média, 3 centímetros.

Cada sessão dura, em média, 30 minutos. O tratamento, considerado uma solução inovadora, é realizado em clínicas de estética por profissionais com formação específica, como fisioterapeutas, médicos e esteticistas.

Tipos de procedimento

Há dois tipos de lipocavitação, o primeiro promove a necrose das células de gordura e tem capacidade de alcançar até 9 centímetros de profundidade da pele. No ano passado, surgiu uma nova geração do tratamento de lipocavitação, trata-se da lipocavitação focalizada, que concentra em um ponto único toda a sua energia, diferente do modelo anterior que espalha a energia a cada aplicação, e, assim, permite uma quebra mais intensa das moléculas de gordura promovendo a eliminação das células adiposas. Ambos têm eficiência comprovada.

Dicas

Uma boa orientação é realizar drenagem linfática após as sessões, visto que a lipocavitação "encaminha" a gordura para os vasos linfáticos. Também é aconselhável a realização de exercícios físicos após as sessões para ajudar na queima de gordura. Uma dieta balanceada irá auxiliar na redução de medidas para quem deseja perder peso.

Contra-indicação

Como todo tratamento, a lipocavitação não é indicada para todas as pessoas. Antes de se submeter à aplicação, é preciso realizar exames de colesterol, triglicerídeos e ultrassonografia de fígado para checar se não há alterações. O ideal é realizar uma consulta médica e informar ao profissional de sua confiança o interesse em iniciar o procedimento.

A lipocavitação não deve ser realizada por grávidas, lactantes, diabéticos, hipertensos, obesos, portadores de doença renal, do figado, cardíaca, epilepsia, varizes na área a ser tratada, paralisia, prótese, placas ou parafusos metálicos no corpo e com colesterol alto.

Curiosidade

O que é cavitação? A cavitação é a denominação de um fenômeno físico que se manifesta num líquido com resultado de uma variação de pressão provocada por uma onda sonora. Estas ondas irão induzir uma série de ciclos de compressão e descompressão da área a ser tratada. Quando os tecidos são sujeitos a estes ciclos, cria-se uma pressão negativa que provoca uma grande quantidade de bolhas de gás que crescem até a implosão.

5 tratamentos para se combater a Flacidez Facial


http://fernandacristofolini.com.br/wp-content/uploads/2014/08/EDDUC-Curso-Fisioterapia-Dermato-Funcional-Facial.jpg

A análise da pele é um dos passos mais importantes para se definir a forma de tratamento após o reconhecimento das alterações que ocorrem nos tecidos que compõem sua estrutura tegumentar. Qualquer alteração presente na estrutura da pele seja qual for a causa que provocou, caracteriza a formação de lesões elementares. Os mecanismos indutores de lesões elementares podem ser de natureza circulatória, inflamatória, metabólica, degenerativa ou hiperplásica.

A flacidez facial é resultado do envelhecimento cronológico que infelizmente vem acompanhado de rugas, sulcos, depressões na pele, principalmente ao redor das pálpebras, maças do rosto, queixo e pescoço. Ela pode ser mais precoce em peles secas, a falta de hidratação provoca uma pele sem nutrientes essenciais para a manutenção da beleza. Quanto mais cedo à pessoa iniciar um tratamento preventivo contra a flacidez melhores serão os resultados. É possível amenizar esse problema até 50% com o uso de cremes, tratamentos específicos e hábitos saudáveis.

Veja cinco tratamentos para  se combater a Flacidez Facial

1-Carboxiterapia Facial
O procedimento é realizado através do gás carbônico que é injetado no tecido subcutâneo, por meio de uma agulha muito fina. O tratamento melhora a circulação, nutrição e oxigenação dos tecidos. Além de, suavizar o aspecto das olheiras e atenuar a flacidez do pescoço.

2-Peeling de Diamante
Esse tratamento é indicado para melhorar a textura da pele, atenuar as linhas de expressão e manchas, além de auxiliar a renovação celular. "O peeling promove uma regeneração da pele, removendo a camada superficial. Os tecidos ficam mais claros e enrijecidos, pode ser aplicado em todo o tipo de pele", orienta a dermato-funcional.

3- Hidratação Ouro 24K
Protege a pele sensível, melhora a hidratação, a textura, esconde as imperfeições e ajuda na produção de colágeno. Age nos canais da ureia, regenerando e dando luminosidade ao tecido. As partículas de ouro trabalham nas sínteses do colágeno e da elastina, fornecendo maior hidratação ao tecido.

4- VC System (Vacina Antiage)
Elimina as marcas do tempo e rejuvenesce a pele de uma forma natural. O Vc System é uma técnica que permite que seus princípios atuem no processo de reestruturação celular, diminuindo as rugas, pois melhora a junção da primeira e segunda camada da pele, dando mais firmeza a pele.

5-Endermolift
O endermolift restaura a beleza, deixando a pele mais firme, iluminada e macia, promovendo brilho e vivacidade. O segredo está na mecanotransdução, que aumenta a densidade das fibras de colágeno e elastina quando estimuladas mecanicamente pelo aparelho. A solução é 100% natural e não invasiva.

Cuidados que se deve ter com a pele para adiar o aparecimento da flacidez. Aposte sem neuras nos tratamentos que promovem na regeneração do colágeno. Faça exercícios físicos e mantenha uma alimentação rica em proteína.