Abdominoplastia requer cuidados no pré e pós-operatório


>




A abdominoplastia compreende um ato operatório que destina-se à remoção de gordura localizada no abdômen, assim como da flacidez de pele ao redor da região umbilical e das estrias situadas entre a linha horizontal que passa pelo umbigo e pêlos pubianos. A parede do abdômen é constituída de uma série de camadas que envolvem e protegem os elementos que estão colocados no interior da cavidade abdominal. Se forem analisadas essas camadas observaremos, abaixo da pele, uma grossa camada, chamada de subcutâneo, que é constituída fundamentalmente de tecido gorduroso.

Porém, a cirurgia por si só não constitui um tratamento para estrias, mas se estas estiverem localizadas na porção inferior do abdômen, serão removidas. As famosas "barriguinhas" têm que ser avaliadas com critério. Algumas podem ser tratadas somente com lipoaspiração e outras com lipoaspiração e uma mini abdominoplastia.

Segundo a fisioterapeuta esteticista e tutora do Portal Educação, Francislaine Souza, a abdominoplastia é realizada quando a paciente tem um excesso muito grande de pele, o chamado abdômen em avental, e que nenhum tratamento estético pode reverter, recomendando-se, então, a cirurgia. "Nem todas as pessoas podem fazer a abdominoplastia. Primeiramente, devem-se fazer todos os exames antes do procedimento e saber se a paciente é estável hemodinamicamente. Outro fator importante é com pessoas com grande tendência a ter quelóides e cicatrizes hipertróficas. Elas devem pensar muito antes de encarar a cirurgia, pois problemas com a cicatriz podem deixá-la muito inestética", afirma Francislaine. 

A cicatriz cirúrgica fica posicionada na parte inferior do abdômen, tendo-se sempre por intuito posicioná-la na região onde o biquíni ou a roupa íntima possa cobri-la. O homem também pode fazer a abdominoplastia, já que nele também ocorrem alterações da parede abdominal, fundamentalmente por conta de flacidez da musculatura e devido a acúmulo gorduroso na porção abdominal inferior abaixo da cicatriz umbilical.

Pacientes fumantes devem suspender esse hábito pelo menos 30 dias antes e depois da cirurgia, pois o fumo prejudica a circulação cutânea e dificulta a cicatrização, levando à formação de necroses de pele. O uso de aspirina, fórmulas ou medicamentos para eliminar o apetite, e de alguns tipos de antiinflamatórios deve também ser suspenso pelo menos 30 dias antes da cirurgia, por causarem aumento de sangramento. Recomenda-se no pós-operatório, a realização de drenagem linfática, que propiciará uma melhor evolução pós-cirúrgica.

Portal Educação
Abdominoplastia requer cuidados no pré e pós-operatório Abdominoplastia requer cuidados no pré e pós-operatório Revisado by Faça Fisioterapia on 06:06:00 Nota: 5

Nenhum comentário