Crochetagem como recurso na Fisioterapia Dermato-Funcional


>





A cicatriz pode ser um grande problema no pós-operatório de cirurgias plásticas, em qualquer parte do corpo. E a atuação da fisioterapia dermato-funcional é essencial nesses casos. Existem muitas formas para se trabalhar e melhorar as cicatrizes pós operatórias em qualquer parte do corpo.

A intervenção da Fisioterapia Dermato-funcional divide-se em duas grandes áreas: reparadora e estética. Da primeira fazem parte problemas como:
• úlceras;
• cicatrizes;
• feridas;
• queimaduras.

Por outro lado a área estética é responsável por intervenção em distúrbios, como:

• Envelhecimento cutâneo (rugas, manchas e pele desvitalizada);
• Acne;
• Hiperlipodistrofia ("gordura localizada");
• Flacidez (dérmica e muscular);
• Estrias; Fibro edema gelóide ("celulite");

As cicatrizes podem ser hipertróficas ou queloides. A hipertrófica pode regredir espontaneamente e a hipertrofia ocorre dentro dos limites da lesão. Os queloides não apresentam essa melhora espontânea: a fibrose forma-se além dos limites da lesão e os portadores têm sensação de prurido, ferroadas ou queimação.



Um dos recursos que pode ser  utilizado é a crochetagem miofascial. A fáscia é um tecido conjuntivo composto por fibras de colágeno que envolve toda a estrutura corporal e visceral, dando forma e função para órgãos e tecidos. A fáscia desempenha um importante papel na transmissão de tensão mecânica, devido sua continuidade estrutural, participando assim do controle de um ambiente inflamatório, como por exemplo, um processo de cicatrização  A técnica de crochetagem tem como objetivo tratar tensões musculares e fasciais, liberando as aderências encontradas em patologias ortopédicas e traumatológicas.

Ela tem mostrado grande eficiência no tratamento da dor, tendo como principal objetivo promover a ruptura e dissolver as aderências fibrosas provocadas por cirurgias, traumas e ou quadros inflamatórios, devolvendo a movimentação natural entre as fáscias, ocorrendo assim liberação dos pontos gatilhos, aumento do aporte sanguíneo para as regiões afetadas, liberando os fluxos e promovendo assim o reequilíbrio orgânico. Traz como benefício o relaxamento muscular, tendo como resultado "a volta da vida" destas regiões, reestabelecendo a mobilidade perdida ou restrita.

Você é profissional?

Se você é profissional, essa técnica pode ser empregada em muitos casos, desde a Fisioterapia Respiratória até Dermatológica e Traumatológica.  Eeu vou te dar uma dica para saber mais sobre Crochetagem Miofascial. Clique aqui e saiba mais!  Aperfeiçoamento em técnicas que dão resultado é um upgrade na sua carreira!

Quer anunciar neste blog?
Mande uma mensagem no Whatsapp clicando aqui

Quer sugerir uma pauta?
Mande uma mensagem no Whatsapp clicando aqui ou um email clicando aqui



Dicas para Profissionais:
  • Liberação Miofascial - Ventosas + Instrumental+ Manual + Acessórios
  • Curso de Agulhamento a Seco (Dry Needling)
  • Curso - Aprenda Auriculoterapia
  • Curso - Aprenda Ventosaterapia

  • Crochetagem como recurso na Fisioterapia Dermato-Funcional Crochetagem como recurso na Fisioterapia Dermato-Funcional Revisado por Faça Fisioterapia on 04:44:00 Nota: 5

    Nenhum comentário