Flacidez e suas causas


>



A flacidez acontece quando fibras de sustentação da pele, o colágeno e a elastina, são afetadas pela falta de nutrientes ou oxigenação.

É decorrente de uma atrofia do tecido; seja muscular ou cutâneo. Desta forma, podemos encontrar flacidez de pele (tissular) ou flacidez muscular. É muito comum que os dois tipos apareçam associados, dando um aspecto ainda pior às partes do corpo afetadas. Os músculos ficam flácidos principalmente pela falta de exercício físico. Se eles não são solicitados, as fibras musculares ficam atrofiadas e causa a flacidez.

Principais causas:

Envelhecimento: Com o passar dos anos, além das alterações nas fibras de colágeno da pele, há redução de massa muscular em todo o corpo, o envelhecimento prejudica a tonicidade dos músculos.

Sedentarismo: fazer exercícios com peso, enrijece os músculos e tonifica a pele, melhorando muito os casos de flacidez. Com exceção de alguns casos onde a flacidez é muito acentuada.

Emagrecimento: o estiramento excessivo da pele, que acontece principalmente na gravidez, e as dietas milagrosas são outros fatores que podem determinar um corpo flácido. Engordar e emagrecer constantemente, o chamado efeito sanfona, acaba levando ao estiramento da pele e, consequentemente a flacidez.

Hormonal: Após a menopausa os cuidados com a flacidez devem ser redobrados para manter a consistência firme, por causa da variação hormonal, há uma diminuição do colágeno e da elastina, fibras que dão sustentação à pele. Além de uma diminuição nos líquidos da pele.

Predisposição genética: Existem pessoas que têm maior predisposição à flacidez. Devido a uma maior propensão genética, alguns indivíduos têm a estrutura da pele alterada, com diminuição ou alteração das fibras de colágeno e elastina.

 

Tratamentos Indicados:

Existem vários métodos elétricos e mecânicos nas clínicas. A indicação ou a quantidade de sessões vai depender de cada caso.

Corrente Russa: Estimulam a musculatura por meio de eletrodos ligados a aparelhos que produzem corrente elétrica de baixa intensidade. Melhoram o tônus muscular e, consequentemente, a flacidez dos tecidos.

Carboxiterapia: A técnica Carboxi promove aumento do fluxo de sangue para a região, além de estimular a produção de colágeno e fibras elásticas, responsáveis pela firmeza da pele. 

Mesolifting: Indicado para melhoria de tônus muscular, oxigenação dos tecidos e combate a flacidez, através da aplicação de corrente farádica.

Microcorrente: Aplicação do aparelho de correntes especiais em baixa intensidade, causa relaxamento, rejuvenescendo o rosto, amenizando as marcas de expressão.

Termofrequência: No tratamento corporal é indicado para flacidez superficial, estimula a produção de colágeno e promove uma drenagem da celulite. Consiste na utilização de ondas eletromagnéticas que conduz ao tecido da pele o efeito de um campo energético. Uma potência indica a penetração da energia que provoca a reação nos tecidos, quanto mais próxima à aplicação do eletrodo ativo, mais efetivo será o campo energético e menor será a dispersão térmica pelo sistema circulatório.

É um tratamento não invasivo, não agressivo, rápido, indolor. Não exige cuidados pós procedimento ou internações. Capaz de dar firmeza à pele, aumentando a produção de estruturantes da derme entre outros a de colágeno.

Flacidez e suas causas Flacidez e suas causas Revisado by Faça Fisioterapia on 05:16:00 Nota: 5

Nenhum comentário