Plástica da celulite: como esconder a celulite de vez


>



A celulite atacou assustadoramente que nem embaixo da calça você consegue escondê-la? Então, está mais do que na hora de acabar com o mal pela raiz. Como? Com a plástica da celulite! É isso mesmo! Ela é a última e a mais nova arma para acabar com o problema quando já está em estado bem avançado... A cirurgia é feita em ambiente hospitalar e é melhor do que qualquer outro tratamento estético para este fim. "Conseguimos acabar, de uma vez por todas, com a celulite porque destruímos o nódulo fibroso e retiramos a gordura que se acumula na pele, alisando a superfície", explica o cirurgião plástico Ewaldo Bolívar, (SP).

Quem pode fazer

Você está feliz da vida porque encontrou a solução para os seus problemas! Mas calma lá, pois a intervenção não é recomendada para todos os casos. "O procedimento só é indicado quando a pessoa tem disfunções circulatórias sérias, que gera nódulos ou depressões muito intensas", esclarece Ewaldo Bolívar. Ou seja, nos casos de celulite grau 3, onde a região, bem afetada, torna- se bastante dolorida, a ponto de passar a mão sobre a pele e sentir não apenas as ondulações mas algumas bolinhas endurecidas. Além de influenciar o aspecto estético, este estágio prejudica muito a circulação sangüínea, pois os vasos capilares estão debilitados e não conseguem retirar a água e as toxinas das células de gordura.

Para os graus 1 e 2 são indicadas outras técnicas menos invasivas.

Pele sem ondulação!

A cirurgia é rápida, dura entre 30 minutos e duas horas e meia. Porém, como em qualquer outro procedimento desse tipo é necessário pelo menos 24 horas de internação. Ela pode ser feita em qualquer região do corpo que apresente os nódulos fibrosos. A diferença é que nas áreas menores é aplicada anestesia local, e nas maiores é indicada a peridural ou geral. "A cirurgia é feita por meio de uma pequena incisão, onde é introduzida uma cânula de três milímetros para quebrar o nódulo e aspirar a gordura que está destruída. Em seguida, no mesmo local, é utilizada uma outra cânula da mesma espessura, mas com um anel na ponta, que também solta as células fibrosas, no entanto, tem a função de puxar a cútis para baixo, cobrindo o vão onde estava localizado o nódulo", argumenta Bolívar. A cicatriz é quase imperceptível, restando apenas alguns pontinhos nos lugares onde as cânulas são inseridas.

Pré e pós-operatório

FOTO: DIVULGAÇÃO / SÍMBOLOAntes de encarar a intervenção é indicado fazer exames de sangue, eletrocardiograma e urina. Para não haver hemorragia no local também é recomendado interromper o uso de ácido acetilsalicílico, arnica, ginkgo-biloba ou remédios naturais. Após o procedimento é feito curativo com gaze, que é retirado em uma semana. Para melhorar a circulação na área o médico recomenda o uso de uma calça elástica nas 48 horas após a operação, e cerca de 10 sessões de drenagem linfática, a partir do sétimo dia. Após esse período também já é possível voltar ao trabalho. Dirigir, entretanto, está liberado somente depois de 21 dias. O sol deve ser evitado no local durante 45 dias. A pele pode apresentar pontos roxos, mas segundo o cirurgião, em cerca de 30 dias, não há mais vestígio algum de cicatriz.

Resultados para sempre!

Você já sai do hospital aliviada, sem aquela sensação dolorida de antes. "Mas só em 45 dias é possível notar a pele completamente lisa, sem marcas de depressões", avisa o médico. A cirurgia promete acabar com a celulite definitivamente. Mas Bolívar faz uma ressalva: para que o resultado seja duradouro e perfeito, é preciso seguir uma dieta balanceada e fazer exercícios físicos para que a celulite não venha a se instalar em novas regiões do corpo.

Quanto custa: varia de R$ 5 mil a R$ 8 mil, dependendo da área a ser tratada e do aspecto da celulite.

Subcisão: outra opção poderosa!

Além da plástica da celulite, outra variação também bastante utilizada na área médica e dermatológica para os casos mais graves de celulite é a subcisão. Feita em consultório médico, com anestesia local em cada região a ser tratada, uma agulha com bisturi na ponta é introduzida sob a pele para retirar os nódulos de gordura. "O corte quebra os nódulos fibrosos e como a agulha também atinge vasos sangüíneos, há um sangramento no local, que depois de cicatrizado, forma o tecido colágeno novo, melhorando o aspecto da pele", revela o cirurgião plástico Ricardo Perrone, (SP). "Como após o procedimento formam-se manchas roxas, é indicado o uso de cinta compressiva e sessões de drenagem linfática para melhorar a aparência", destaca Perrone. Segundo ele, os hematomas desaparecem em menos de 30 dias. A grande vantagem deste método é que, embora a região fique um pouco dolorida, não há necessidade de abandonar a rotina, sendo possível voltar ao trabalho no dia seguinte ao tratamento. Quanto custa: entre R$ 1 mil e R$ 2 mil, dependendo da área.



Share on Google Plus

About Faça Fisioterapia

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário