A microdermoabrasão ou peeling de cristal


>





A microdermoabrasão ou peeling de cristal é um peeling mecânico que utiliza um sistema abrasivo com recurso a um fluxo de microcristais de óxido de alumínio associado a sucção a vácuo dos cristais projetados e fragmentos celulares resultantes da esfoliação.

A profundidade de peeling atingida depende da quantidade de cristais projetados, da granulometria dos cristais, da velocidade de projeção e do número de passagens da cânula.

A microdermoabrasão também pode ser realizada utilizando uma ponteira diamantada (peeling de diamante), neste caso consiste na utilização de uma caneta com ponteira de lixa, que pode apresentar diversos diâmetros. Esta é passada sobre a pele húmida promovendo esfoliação e, simultaneamente aspira os fragmentos de pele, através de um orifício no centro da ponteira.


Tal como em outras técnicas abrasivas, a microdermoabrasão provoca remoção de células mortas via peeling mecânico e desencadeia um processo inflamatório local, aumentando deste modo a atividade fibroblástica e por conseguinte os elementos constituintes dérmicos. Contrariamente aos peelings químicos, neste método a esfoliação é imediatamente controlada.

Por razões de segurança o fisioterapeuta não deve ultrapassar o peeling de nível epidérmico, uma vez que os recursos ao seu dispor não permitem controlar as reações adversas que podem decorrer de peelings mais profundos.

Indicações da microdermoabrasão:
Cicatrizes de acne;
Estrias;
Rugas;
Manchas hipercrómicas.


Contra-indicações da microdermoabrasão:
Infeções ativas;
Acne ativa;
Rosácea;
Lupus;
Úlceras e erosões;
Verrugas;
Herpes.

São expetáveis certas reações após a aplicação da microdermoabrasão, decorrentes da resposta inflamatória desencadeada, nomeadamente, prurido, eritema, sensação de pele queimada e ligeiro edema.

Complicações da microdermoabrasão: Hiperpigmentação pós-inflamatória, ptéquias, púrpura. A exposição crónica por parte do profissional pode conduzir a reações de hiper-reactividade ao alumínio e em caso mais extremos a problemas pulmonares ou mesmo a distúrbios neurológicos. Como tal, é fundamental que este esteja devidamente protegido com máscara de proteção para aerossóis, óculos, bata e luvas sempre que manuseia este recurso terapêutico.

Share on Google Plus

About Faça Fisioterapia

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário